Um guia para a cirurgia de feminização facial e porque você nem sempre precisa dela

Um guia para a cirurgia de feminização facial e porque você nem sempre precisa dela

A cirurgia de feminização facial (FFS) é uma série de procedimentos que algumas mulheres trans decidem fazer para feminilizar os traços de seu rosto. A modelo e ativista Munroe Bergdorf destacou a FFS em 2018 quando ela caminhou na New York Fashion Week apenas três semanas depois de fazer a cirurgia. Para algumas mulheres trans, a FFS é uma parte importante para aliviar sua disforia de gênero e fazer com que se sintam mais seguras em público. Porém, é importante lembrar que fazer ou não uma cirurgia não torna sua identidade de gênero mais ou menos válida.



A cirurgia de feminização facial pode consistir em uma combinação de cerca de 15 procedimentos separados, explica o Dr. Bart Van de Ven, que realiza a cirurgia em 2Pass clínica na Bélgica onde muitas mulheres trans vão para FFS. Não existe uma 'maneira geral' de abordar esta cirurgia, ele continua. Cada paciente escolhe um conjunto específico de procedimentos em sua cirurgia de feminização facial, com base nas características faciais que deseja alterar.

As consultas, durante as quais o cirurgião vai olhar para o seu rosto e falar com você sobre quais características você gostaria de mudar, podem custar entre £ 100 e £ 500, tornando até mesmo o primeiro passo no caminho para a FFS inacessível para muitos. O número de procedimentos que você escolhe se submeter em uma cirurgia pode variar de dois ou três a dez, dependendo de fatores como preferências e orçamento.