O vocalista de uma banda punk espancou um apoiador de Trump em seu show

O vocalista de uma banda punk espancou um apoiador de Trump em seu show

As coisas foram para a esquerda em um Distorção social show em julho, quando o apoiador de Donald Trump, Tim Hildebrand, entrou em uma altercação física com o vocalista da banda de punk rock, Mike Ness. De acordo com Hildebrand, Ness o espancou durante o show da banda na House of Spades de Sacramento.



Ness teria feito um discurso anti-Trump, o que obviamente não agradou Hildebrand e, em resposta, o apoiador de Trump ergueu o dedo médio.

Eu fiquei praticamente em pé com meu protesto silencioso com meu dedo médio levantado para as próximas duas músicas, disse Hildebrand CBS-13. Hildebrand, claramente, é um cara muito legal e tranquilo.

De acordo com Hildebrand, as coisas esquentaram quando Ness fez gestos para que ele subisse ao palco e supostamente cuspiu em seu rosto. Imagens recuperadas da noite capturam os momentos que antecederam a altercação.



Os dois homens teriam gritado um com o outro, antes de Ness aparentemente atacar Hildebrand, que se lembrou do cantor (tirando) sua guitarra, (pulando) do palco e (continuando) me dando vários socos na cabeça. Ele diz que ficou com dois olhos roxos, um lábio partido e uma concussão.

Com a ajuda da segurança, os dois homens foram eventualmente separados. Embora Ness não tenha abordado publicamente o problema, Hildebrand planeja apresentar queixa. Você pode assistir à filmagem do incidente acima; e clique aqui para reviver a época em que Richard Spencer levando um soco se tornou um meme .