Park Bom do 2NE1 atingido por acusações de tráfico de drogas

Park Bom do 2NE1 atingido por acusações de tráfico de drogas

A cantora do 2NE1, Park Bom, foi alvo de polêmica depois que uma reportagem publicada por um jornal coreano na segunda-feira afirmou que ela havia sido pega contrabandeando anfetaminas dos Estados Unidos para o país. As consequências do escândalo forçaram o chefe de sua gravadora, YG Entertainment, a interferir e refutar as acusações.

De acordo com o diário nacional Segye Ilbo , funcionários do Aeroporto Internacional de Incheon apreenderam 82 comprimidos de anfetaminas enviados via Fedex e endereçados a Park em outubro de 2012. Park admitiu que comprou as drogas quando a polícia a questionou sobre o incidente, mas o caso foi encerrado posteriormente e Park foi liberado sem acusação.

O CEO da YG Entertainment, Yang Hyun-suk, tentou esclarecer a situação em um postagem do blog , explicando que o medicamento foi prescrito a Park quando ela estava crescendo nos Estados Unidos para 'choque mental e tristeza' causado pela morte de um amigo próximo.

De acordo com Yang, Park havia tomado a medicação por anos e não sabia que a importação da droga estava proibida na Coreia. Sua mãe e sua avó lhe enviaram os medicamentos prescritos porque sua agenda agitada dificultou o retorno de Park aos Estados Unidos e a substituição de sua prescrição. Após a apreensão no Aeroporto Internacional de Incheon, Park mudou sua prescrição para um medicamento disponível localmente.

'Tive de assistir Bom começar a chorar a noite toda e me sinto péssimo por estar em posição de trazer à tona seu passado doloroso que ela não queria revelar', escreveu Yang. 'Eu estendo minhas mais profundas desculpas por causar qualquer preocupação.

Parece que alguns fãs não estão convencidos, no entanto. 'Se alguém pode encobrir um escândalo K-pop, é a YG Entertainment', escreve Popdust .

Ouça 'Gotta Be You' do 2NE1 abaixo: