As lutas contra chefes mais memoráveis ​​da história dos videogames

As lutas contra chefes mais memoráveis ​​da história dos videogames

Alguns videogames vivem e morrem por suas lutas contra chefes. Um jogo pode ser muito bem feito, divertido de jogar e ter uma ótima história, mas precisa ter lutas de chefes que deixem uma impressão duradoura (positiva). Uma luta com um chefe ruim pode ser o suficiente para arruinar toda a experiência e deixar um gosto ruim na boca de alguém, especialmente se essa luta for sua memória final do jogo.



É uma linha tênue que os desenvolvedores devem seguir, porque um chefe excessivamente desafiador ou injusto arruinou muitos videogames, enquanto uma batalha final muito fácil deixa o jogador insatisfeito. Mas encontre o equilíbrio certo com uma grande luta e será tão memorável que deixará o jogador pensando com ainda mais carinho no jogo que acabou de jogar. Ter uma luta de chefe memorável pode ser extremamente importante para os desenvolvedores, porque ninguém quer ler comentários sobre o jogo e ouvir os jogadores dizerem que não conseguem se lembrar de uma única luta de chefe de seu jogo.



O que torna uma luta de chefe memorável? Às vezes é o jeito que simplesmente termina uma grande história, ou pode ser uma que batemos com a cabeça até que finalmente terminamos, ou talvez tenha sido uma reviravolta total que não imaginávamos chegando. Uma luta de chefe memorável não precisa necessariamente se enquadrar em nenhuma categoria em particular, mas o traço comum entre as grandes é que há uma revocação imediata para os jogadores. Aqui, veremos a nata da cultura, aqueles que mais aparecerão em qualquer conversa de luta contra chefes com outros jogadores.

Bowser ( Super Mario 64 )

O próprio Bowser não é mais memorável do que o chefe final médio. Ele é o monstro típico no final do jogo que Mario derrota para salvar a princesa. Ele é notoriamente fácil em alguns jogos do Mario e nenhuma luta dele é particularmente desafiadora. A razão pela qual ele está nesta lista, porém, é por causa de suas aparições em Super Mario 64 . Durante anos, Bowser foi apenas um pequeno sprite ligeiramente maior do que Mario. Nós sabíamos que ele era grande, mas ele não se sentia intransponível. Então em Super Mario 64 , testemunhamos o quão maior é esse monstro e nos ocorre que, sim, este é um jogo 3D. Derrotá-lo não é muito desafiador, mas é o tamanho e o escopo do que um 3D Bowser representava para videogames que o colocou nesta lista.



Sephiroth ( Final Fantasy VII )

Sentimentos sobre Final Fantasy VII não são tão incrivelmente positivos como eram quando todos queriam aquele primeiro PlayStation, mas as memórias de superar Sephiroth no final do jogo ainda se mantêm até hoje. FFVII é, como todo Final Fantasy, um jogo sobre como salvar o mundo de uma força maligna. No entanto, a forma como o jogo provoca o jogador durante toda a aventura do eventual conflito entre Cloud e Sephiroth, todos se reunindo no final para um confronto final, é uma experiência que muitos jogadores não tiveram até jogar Final Fantasy VII . Isso pode ser uma ocorrência comum nos jogos de hoje, mas para muitos jogadores, este foi seu primeiro JRPG e a força motriz de Sephiroth foi o que os empurrou até o fim. Há um motivo pelo qual este jogo é considerado por muitos como o ponto de entrada perfeito para o gênero JRPG.

Mike Tyson ( Punch Out de Mike Tyson !! )

Não havia ninguém no final dos anos 80 mais poderoso do que Mike Tyson e seu jogo de boxe arcade refletia isso. Punch-Out !! é um jogo bastante simples. Pegue o pequeno boxeador que conseguir, Little Mac, e leve-o ao título por meio de uma série de lutas de boxe. O truque é descobrir a dica de cada lutador e rebatê-la no caminho para a vitória. Através de uma série de partidas e padrões cada vez mais difíceis, o jogador acabará por superar todos eles. Até que cheguem ao fim e encontrem Mike Tyson esperando por eles. A dica é bem conhecida agora, olhe para quando Tyson pisca para se esquivar, mas isso era antes dos guias de internet. Então você tinha que comprar um guia de jogo, descobrir o segredo do Nintendo Power ou descobrir por conta própria. Se você não descobriu, provavelmente iria perder porque um soco de Tyson pode ser o suficiente para uma perda instantânea. Esta luta com o chefe é obviamente memorável por causa dos anos de dores de cabeça que ele provavelmente causou às crianças enquanto elas tentavam derrotar o que parecia ser uma força imparável.

Drácula ( Castlevania )

Não se deixe enganar pelo vídeo acima. Drácula era uma luta de chefe brutal no original Castlevania para o NES. Speedrunners transformaram o Drácula em uma ciência agora, mas quando este jogo foi lançado, era um daqueles títulos que apenas o melhor dos melhores poderia vencer. Castlevania já é um jogo difícil o suficiente, com muitos chefes difíceis, mas garantiu um chefe super difícil no final para lembrá-lo de que eles não estão brincando. A única graça salvadora é que continua são ilimitadas. No entanto, o jogador tem que recomeçar do início do nível ao usar um continuar, então se você não pode derrotar o Drácula em suas três vidas, então ele está de volta ao início!



Azul ( Pokémon )

Cada criança dos anos 90 teve esse momento. Eles reuniram uma equipe de seis Pokémon , obteve todos os oito distintivos de ginástica e até chegou à Elite Four. Depois de abrir caminho através da Elite Four, finalmente conseguimos. Derrotamos Lance e nos tornamos o campeão, ou assim pensávamos. Acontece que estávamos bem atrás do verdadeiro campeão, nosso rival durante todo o jogo, Azul. Ele sempre esteve um passo à nossa frente durante todo o caminho e agora está no nosso caminho pela última vez. É hora de enfiar na cara dele e mostrar a ele quem é o verdadeiro mestre Pokémon. Essa reviravolta pegou tantos de nós desprevenidos quando crianças, mas a satisfação de finalmente derrotar o time ultra poderoso de Blue no final foi verdadeiramente especial.