Casal de lésbicas se casará 26 vezes no exterior para pedir igualdade no Japão

Casal de lésbicas se casará 26 vezes no exterior para pedir igualdade no Japão

Um casal do mesmo sexo do Japão está planejando se casar no exterior 26 vezes, em uma tentativa de pedir uma mudança em seu país de origem, onde é ilegal para eles se casarem.

Misato Kawasaki e Mayu Otaki viajarão por 26 países e regiões onde é legal que casais do mesmo sexo se casem - a viagem levará cerca de seis meses.

Os jovens de 21 e 22 anos são estudantes da Universidade de Utsunomiya, onde se conheceram. De acordo com a página conjunta de crowdfunder, eles namoram desde 2017. Kawasaki detalha na página que ela se absteve de namorar garotas no colégio porque achava que era anormal, mas saiu na universidade, enquanto Otaki pela primeira vez aceitou sua sexualidade na escola e depois saiu como pansexual.

via Faavo.jp

Kawasaki contado publicação local Asahi Shimbun : Quero mostrar através de nossas fotos de casamento que ser lésbica, gay, bissexual e transgênero (LGBT) é normal para que aqueles que estão preocupados com seu status sexual possam ter esperança.

Embora alguns governos locais no Japão certifiquem o casamento de casais do mesmo sexo, isso não é legalmente reconhecido em todo o país. De 2019 em diante, 10 cidades e distritos municipais legalizaram parcerias do mesmo sexo no Japão, o que permite aos casais alguns dos benefícios do casamento. Os casais também têm registro familiar, o que permite alguns direitos legais dos parentes próximos de que os casais heterossexuais desfrutam. Shibuya, uma ala central de Tóquio, começou a permitir que casais do mesmo sexo obtivessem certificados especiais de parceria a partir de 2015 - embora não sejam oficialmente reconhecidos como certificados de casamento, eles dão aos casais alguns direitos civis, como visitar um ao outro no hospital.

O plano do casal, que eles batizaram de 'plano de casamento em 26 dias', fará com que viajem pela Europa, África, América do Norte e América do Sul de março a setembro. Em sua jornada, o casal planeja entrevistar outros casais LGBT japoneses e não japoneses, bem como funcionários do governo em locais onde existe igualdade no casamento. O objetivo deles é definir quais preconceitos existem nesses lugares e refletir sobre os do próprio Japão.

Kawasaki e Otaki estão planejando tirar uma licença dos estudos e iniciarão a viagem no Reino Unido. Quando retornarem, o casal relatará suas descobertas em uma reunião local aberta e oficialmente abrirá sua própria empresa que oferecerá serviços de casamento para pessoas LGBT.

Eles criaram uma campanha de crowdfunding para cobrir as despesas da viagem e do plano. Eles estimam que custará cerca de 2,07 milhões de ienes (cerca de £ 14.498,20) por pessoa. Até agora, o casal aumentou mais de um terço de sua meta. Você pode doar para a campanha de financiamento coletivo e seguir a jornada aqui .