Dan Le Batard emitiu uma mensagem de despedida chorosa para encerrar seu programa final 'altamente questionável'

Dan Le Batard emitiu uma mensagem de despedida chorosa para encerrar seu programa final 'altamente questionável'

O mandato de Dan Le Batard na ESPN foi repleto de batalhas entre o colunista e a gerência de Miami, enquanto ele se tornava uma das personalidades de rádio e TV mais proeminentes e amadas da rede. No entanto, por todas as vezes em que bateu de frente com seus chefes corporativos, o que ele fez na ESPN foi sensacional e ele deixou para trás um dos legados mais impactantes que a empresa já viu. Segunda-feira foi seu último dia com as quatro letras, enquanto ele partia para novas oportunidades com seu programa de rádio e deixava para trás Altamente questionável para Bomani Jones e outros.



Le Batard ajudou a trazer toda uma nova safra de talentos da ESPN, elevando-os além do que talvez tenham sido inicialmente contratados para fazer na empresa e oferecendo-lhes um lugar para serem eles mesmos. Foi o que Pablo Torre me disse quando fiz o perfil dele e de Bomani enquanto eles faziam Meio dia , e essa influência foi claramente sentida por muitos outros ao postarem mensagens sinceras sobre a influência e importância de Dan nas redes sociais em seu último dia.



Foi um dia emocionante para Le Batard, especialmente no que diz respeito a Altamente questionável , o show que ele começou com seu pai, Papi, e conseguiu se tornar um grampo do bloco vespertino da ESPN. Para encerrar seu show final, Dan se despediu com lágrimas e agradeceu de coração a todos que ajudaram a tornar o show um sucesso e a todos que assistiram a um show familiar que era, tecnicamente, sobre esportes, mas na realidade era muito mais.

É claro o quanto significava para Dan poder fazer um show com seu pai e o quanto ele apreciava as oportunidades oferecidas a ele na ESPN, mesmo que ele nem sempre concordasse com as pessoas no andar de cima. O programa de TV foi uma versão única de um programa de TV de esportes e foi um risco assumido pela ESPN, um risco assumido por ele no vídeo que Papi questionou quando eles começaram. Ainda assim, eles fizeram funcionar e agora ele segue nas mãos de Jones e da cavalgada de estrelas emergentes que Le Batard ajudou a apresentar a uma audiência nacional com HQ e seu programa de rádio.

Quanto ao episódio final de seu programa de rádio na ESPN - enquanto ele se prepara para seguir para uma nova casa - o tom para os minutos finais foi muito diferente daquele emocional Altamente questionável vídeo. Terminou como só o Dan Le Batard Show poderia, com Freedom de George Michael tocando na íntegra antes que Greg Cote falasse sobre suas unhas dos pés, sendo cortado pela rede dura sem despedidas finais ou qualquer coisa do tipo.



À sua maneira, os dois foram perfeitos em mostrar a dicotomia de Le Batard e os shows que ele construiu.